ISAIAS 9.6

 




Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz;

 

UM MENINO NOS NASCEU-

Essa expressão define que Deus na pessoa de Jesus Cristo nasceu humano, entre nós, para passar por essa vida como passa um ser humano. A vida humana não é fácil para ser bem sucedida, ficamos doentes, rimos, choramos, trabalhamos, estudamos, ficamos velhos e morremos. Jesus sendo perfeito na sua encarnação não perdeu sua divindade, se não fosse assim seria um pecador como qualquer ser humano, ele veio para cumprir a lei cerimonial e moral fixada pelo Pai, Jesus o único que não pecou e ainda levou sobre si os pecados da humanidade. Um menino nos nasceu, viveu entre nós e voltou ao céu com o Pai.

 

MARAVILHOSO.

adjetivo

1.    

que provoca grande admiração, deslumbramento, fascínio, prazer etc.

2.    

que prima pela excelência; primoroso, perfeito.

 

O ser humano anseia pelo maravilhoso, pois, a vida humana e repleta de carências e todos os recursos que nos dão motivo para a vida está em Cristo, que faz maravilhas.

 

CONSELHEIRO.

adjetivo substantivo masculino

1

que ou quem aconselha; aconselhador.

2.

adjetivo

relativo a ou próprio de conselheiro ('quem aconselha', 'membro de um conselho')

 

O Mestre não dita regras, ele expressa conselhos com o alvo de que o aconselhado reflita e aceite seu Evangelho.

Aconselhar é muito mais prático que exigir obediência, o Mestre sempre considerou a liberdade de escolha do seu ouvinte e certamente o conselho irá provocar um exame de consciência motivado pela decisão, disse ele; Vinde a mim todos os que estão cansados e outros convites que fez.

 

 DEUS FORTE.

 Reúne, ó Deus, a tua força, força divina que usaste a nosso favor,

oriunda do teu templo em Jerusalém. Os reis te oferecerão presentes.
Reprime a fera dos canaviais, a multidão dos fortes como touros e dos povos com novilhos; calcai aos pés os que cobiçam barras de prata. Dispersa os povos que se comprazem na guerra.             Salmos 68:28-30

 Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.

Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo;
porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Efésios 6:10-12

 

Não há inteligência humana para entender a força que está em Deus, certamente quando Jesus esteve na terra ele foi despido da força celestial, retomando depois que voltou ao pai, como humano jamais ele iria suportar as afrontas dos inimigos.

 

PAI DA ETERNIDADE.

 

Com este enfoque, vemos que Jesus é aquele que nos dá a vida eterna. Por meio de sua morte, sepultamento e ressurreição, ele trouxe à luz vida e imortalidade. Verdadeiramente ele é o Pai da eternidade para o seu povo. O nome “Pai da Eternidade” quer dizer que, tal como o pai amoroso tudo provisiona a seus filhos, assim também Jesus nos ama e nos provisionou, dando-nos vida eterna.

 

Disse-lhe Jesus: Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido? Quem me vê a mim vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai? João 14:9.

 

PRINCIPE DA PAZ

 

Príncipe é uma noção que deriva de princeps (termo latino) e que se costuma referir ao herdeiro de uma Coroa. O príncipe, por conseguinte, é quem sucederá ao rei no trono e se tornará no soberano.

 

(Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar.             Mateus 11:27)

Jesus não só tinha poder para perdoar pecados como trazer paz para seus seguidores. Jesus hoje é Príncipe, mas, breve será REI.

.

.

.

.

.

Veja também o canal no youtube- 

 

 

 

 

 

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.