LIBERDADE e LIBERTINAGEM


 LIBERDADE e LIBERTINAGEM.

 

Significado de Liberdade

O que é Liberdade


Liberdade é um substantivo feminino com origem na palavra em Latim libertas.

 

O significado de Liberdade é uma condição de que é livre, que tem o direito de agir de acordo com o seu livre arbítrio, ou seja, conforme sua própria vontade. É claro que esse direito de agir e fazer as próprias escolhas não devem prejudicar ninguém.

Liberdade pode também ser definida como um conjunto de ideias liberais de cada cidadão.

A história da conceituação de liberdade vem de épocas e de diversos pensadores que registraram a interpretação do termo conforme variadas doutrinas sociais. A liberdade, no entanto, primeiramente, foi dividida em duas concepções:

  • Negativa, e
  • Positiva.

O sentido negativo de liberdade tem como significado a ausência de interferências ou restrições. Já o sentido positivo de liberdade condiz com a posse de direitos que implica o embasamento de um vasto âmbito de direitos civis, sociais e políticos, isto é, a conquista da cidadania.

Liberdade de expressão é uma declaração muito popular. Indica a garantia e capacidade dada a um cidadão de forma que seja possível proclamar suas crenças e opiniões, sem censura. É claro que em casos que há discriminação a uma pessoa ou grupo determinado (por meio de declarações difamatórias e ultrajantes) há a restrição legítima da liberdade de expressão.

Liberdade religiosa aborda o direito que qualquer cidadão possui sobre seguir, aceitar ou professar um credo religioso e exercê-lo de forma livre e pública. Mesmo assim, há a necessidade de cumprir exigências de ordem pública, bem como dos bons costumes e do direito comum.

No sentido figurado e graças ao seu termo de origem, a liberdade pode ser sinônima de algumas palavras, tais como: familiaridade, franqueza, ousadia, iniciativa, confiança e atrevimento. Um exemplo é: “Tomei a liberdade de alterar algumas frases em seu texto de modo que a leitura flua melhor.”

Juridicamente, há dois tipos de liberdade:

  • Liberdade condicional: atribuída a uma pessoa que foi condenada por algum delito, mas que recebe o direito de cumprimento da pena em liberdade (total ou parcial) – podendo fazer o que for de seu interesse, porém sempre de acordo com as normas da justiça.
  • Liberdade provisória: atribuída a uma pessoa de forma temporária. Dentro dela há três tipos: a obrigatória, a permitida – podendo ser com ou sem fiança –, e a vedada – em algumas situações, como, por exemplo, se o indivíduo está/estava envolvido com crime organizado.

Politicamente falando, a liberdade civil ou individual é aquela que faz com que os cidadãos exerçam sua cidadania, respeitando os direitos dos outros indivíduos e sempre dentro dos limites da lei.

A liberdade pode também ser parte da personalidade de algumas ideologias liberais. Por exemplo, no lema: “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”, utilizado pela Revolução Francesa em 1793. A Revolução Francesa impactou profundamente os sistemas políticos atuais e as sociedades contemporâneas.

O conceito de liberdade ainda serviu como inspiração para músicas. O Hino da Proclamação da República do Brasil, por exemplo, foi escrito por Medeiros de Albuquerque, citando “Liberdade! Liberdade! Abre as asas sobre nós!”.


LIBERDADE E ÉTICA


Segundo a ética, a liberdade está associada com a responsabilidade – já que, mesmo com o direito de agir – o cidadão deve estar atento para que suas atitudes e ações não desrespeitem ou prejudiquem outros indivíduos, especialmente não atropelando os princípios legais e éticos.

A liberdade de pensamento, para a ética, tem a ver com a reivindicação da liberdade, onde um indivíduo está lutando para que possa exprimir seus pensamentos de acordo com o seu direito garantido. Por isso, a liberdade de pensamento é inquestionável.


LIBERDADE NA FILOSOFIA


Liberdade é, segundo a Filosofia, a independência do indivíduo, é capaz de agir por si. É ter autonomia, espontaneidade e autodeterminação.

Ainda, é o conjunto de direitos de cada cidadão, tanto isoladamente como em grupo, frente ao governo do país. É o direito de agir conforme sua vontade dentro dos limites da lei.

Muitos filósofos estudaram e dissertaram sobre a liberdade em suas obras, tais como Descartes, Karl Marx, Sartre, Kant e outros.

Para Descartes, a decisão da própria pessoa é o que motiva a liberdade, porém outros fatores podem também influenciar suas vontades, entre os quais o dinheiro e os bens materiais.

Para Marx, a liberdade é uma prática das pessoas, diretamente relacionadas com os bens materiais. Os cidadãos expressam a liberdade em grupos, criam seu próprio mundo, com seus interesses próprios.

Para Sartre, a liberdade é uma condição de vida e é o princípio de ser livre. Para ele, a liberdade não possuía relação alguma com outros fatores e das coisas que acontecem.

Para Kant, por fim, a liberdade está associada com a autonomia, onde o indivíduo possui direito de ter suas próprias regras – racionalmente seguidas. Para Kant, a liberdade não deve estar relacionada com as leis.

 

Significado de Libertinagem

O que é Libertinagem:

Libertinagem é um termo oriundo do francês "libertinage", significa devassidão e é a característica de alguém que vive uma vida de libertino. Muitas pessoas consideram a libertinagem o oposto da liberdade.

Alguém que exerce libertinagem é alguém devasso, dissoluto, licencioso (que abusa da liberdade), ímpio, insubordinado e que não é submisso. Em alguns casos também pode ser considerado como um livre-pensador. Libertinagem também pode ser associada à incredulidade religiosa. Um dos casos mais comuns de libertinagem é quando uma pessoa se entrega inconsideradamente aos prazeres sexuais.

A libertinagem é um mau uso da liberdade de um indivíduo, é a extrapolação da liberdade, e quando isso acontece, os limites são ultrapassados e a integridade física, emocional ou psicológica de outra pessoa é posta em causa. A libertinagem leva a uma falta de respeito pelo próximo, e indica falta de dignidade e bom caráter.

 

Liberdade e Libertinagem.

 

Muitas pessoas confundem liberdade com libertinagem, usando essa confusão para excederem os limites sem sentirem peso na consciência. No entanto, o conceito de liberdade e libertinagem variam de pessoa para pessoa, dependendo dos valores morais que regem as suas vidas. Saber a exata fronteira entre liberdade e libertinagem é um tópico que tem sido discutido e pensado durante muitos anos. Por exemplo, ter relações sexuais com um/a parceiro/a diferente todas as noites pode ser considerado como liberdade para alguns e libertinagem para outros.

Manuel Bandeira e libertinagem

Libertinagem é um livro publicado em 1930, da autoria do poeta brasileiro Manuel Bandeira. O livro é composto por 38 poemas (sendo que dois deles são em francês) que foram escritos entre 1924 e 1930, e os mais reconhecidos são "Pneumotórax", "Pensão Familiar", "Profundamente" e "Vou-me embora pra Pasárgada".

Muitos desses poemas possuem um estilo confessional e apresentam humor, novidade, requinte musical e sensualidade, que incutem na obra uma elevada intensidade emocional. A morte é outro dos temas abordados na poesia de Manuel Bandeira, já que o poeta lutou contra a tuberculose durante grande parte da sua vida.

 

LIBERDADE e LIBERTINAGEM.

 

LIBERDADE:


LIBERDADE, todo ser animal anseia por liberdade, além do ser humano, o cãozinho na corrente, o passarinho na gaiola, o peixinho no aquário. Devemos amar liberdade do nosso próximo, inclusive da vida animal que normalmente é cativa do homem, na minha opinião não deveria existir zoológico ou qualquer empresa que aprisiona animais para produzir espetáculo como fonte de renda.

QUEM DEVE ESTAR DETIDO?

Todos e tudo que oferece perigo a sociedade é penalizado com a falta de liberdade, o criminoso, o cão feroz, animais que oferecem perigo a vida e a saúde.

 

LIBERTINAGEM:

 

A libertinagem foi compreendida no texto inicial:

 

(A libertinagem é um mau uso da liberdade de um indivíduo, é a extrapolação da liberdade, e quando isso acontece, os limites são ultrapassados e a integridade física, emocional ou psicológica de outra pessoa é posta em causa. A libertinagem leva a uma falta de respeito pelo próximo, e indica falta de dignidade e bom caráter.)

Nós cristãos que caminhamos para a Nova Criatura já nos despojamos da liberdade da carne para pecar, em nossas reuniões devemos ser considerados sem distinção de sexo e diferenças de idade, Jesus afirma que na eternidade seremos semelhantes aos Anjos.

(Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.
Porque na ressurreição nem casam nem são dados em casamento; mas serão como os anjos de Deus no céu.
Mateus 22:29,30)

(Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso o mundo não nos conhece; porque não o conhece a ele.
Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos.
E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.
1 João 3:1-3)

 

AS APARÊNCIAS ENGANAM!

 

(Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas. Mateus 10:16)

 

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.
Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.
Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.
Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.
Mateus 7:15-23

 

QUAL A SUA OPINIÃO?

A bíblia afirma que nós cristãos somos SANTOS, lembrando que santo não é aquela pessoa boazinha que faz caridades todos os dias, Santo quer dizer “SEPARADO” quando nos rendemos á Cristo tomamos a decisão de SE APROXIMAR DAS PESSOAS e não fazer a vontade do pecado. O Espírito Santo que habita em nós nos dá recursos para resistir o desejo da carne, para fazer a vontade de Deus que é levar o Evangelho aos perdidos, viver em paz com Deus e em harmonia com a congregação.








Comentários- prantoniocorban@gmal.com

.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.