TEARING DOWN WALLS. DERRUBANDO MURALHAS.


 TEARING DOWN WALLS.

DERRUBANDO MURALHAS.

Muro de Israel é um projeto cuja execução iniciou-se no ano de 2002 e que pretende se colocar como uma barreira entre o território árabe da região da Cisjordânia e o território judeu, representado pelo Estado de Israel, responsável pela sua construção. Alvo de muitas críticas, esse muro sustenta uma grande polêmica tanto no Oriente Médio quanto fora dele, sendo apenas um dos inúmeros episódios que marcam o conflito e oposição entre Israel e Palestina.


Para compreender o contexto da construção do muro de Israel, que também é conhecido como Muro da Cisjordânia, é preciso ter uma noção sobre as disputas territoriais entre judeus e árabes na região da Palestina. Essa disputa, que ocorre há centenas de anos, intensificou-se a partir do ano de 1949, quando a ONU (Organização das Nações Unidas) iniciou a partilha da região.

Nessa divisão, pouco mais da metade do território ficou sob posse de Israel e o restante foi destinado aos palestinos. Porém, com o passar do tempo e a ocorrência de eventos com os conflitos. Até hoje, a Palestina não é considerada um Estado independente pela comunidade internacional.

Idealizado pelo então primeiro-ministro israelense (já falecido) Ariel Sharon, a justificava para a construção do Muro de Israel foi a de estabelecer uma “zona de segurança” para os judeus, sobretudo após os fatos que ocasionaram a II Intifada, uma ofensiva empreendida pelos palestinos, resultando em uma série de atos terroristas e inúmeros mortos.

Por outro lado, os críticos do Muro da Cisjordânia (tanto dentro como fora de Israel) argumentam que a construção do muro é mais uma ação para ocupar um pouco mais do território da Cisjordânia. Essas posições ganham força com relatórios que apontam o confisco de zonas palestinas pelos israelenses, algumas delas ricas em recursos naturais (sobretudo hídricos). Estima-se, atualmente, que os “desvios” na construção desse muro já tenham ocupado cerca de 9% do território da Palestina. Além disso, há informações de inúmeras aldeias palestinas que ficaram isoladas do restante de seu território, transformando suas populações em mão de obra barata para as empresas israelenses.

Existem ameaças de que a construção do muro deva ser interrompida, pois muitas pessoas não enxergam mais a sua utilidade, tendo-o mais como um empecilho do que propriamente como uma vantagem. Algumas entidades questionam, inclusive, os danos ambientais provocados pelas obras na região. O fato é que a obra foi interrompida várias vezes, inclusive em 2011, quando foi considerada ilegal. Até 2013, sabe-se que elas ultrapassaram os 65% de conclusão.

Aqueles que ainda defendem a existência do Muro de Israel afirmam que, desde a construção, houve uma sensível redução nas ondas de violência e na ocorrência de atentados terroristas pelas organizações em defesa da Palestina. Apesar de essa redução ser verdadeira, ela não possui uma relação direta com a existência do muro, mas sim com os recentes acordos promovidos pelos dois lados do conflito.

Adaptamos neste pensamento parte do texto deste site, qual usamos como metáfora para entender as muralhas da vida, a redação não tem fins lucrativos, mas participar do conhecimento além da vida natural.

 

DERRUBANDO MURALHAS.

 

1-NÃO TIRE SUA ATENÇÃO DO ALVO.

prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Filipenses 3:14

olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus. Hebreus 12:2

 

2- NÃO TENHA MEDO DO TAMANHO DA MURALHA (Problema)

Moisés, porém, respondeu ao povo: Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do Senhor que, hoje, vos fará; porque os egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver. Êxodo 14:13

Levantaram-se ao anoitecer para se dirigirem ao arraial dos siros; e, tendo chegado à entrada do arraial, eis que não havia lá ninguém.
Porque o Senhor fizera ouvir no arraial dos siros ruído de carros e de cavalos e o ruído de um grande exército; de maneira que disseram uns aos outros: Eis que o rei de Israel alugou contra nós os reis dos heteus e os reis dos egípcios, para virem contra nós.
Pelo que se levantaram, e, fugindo ao anoitecer, deixaram as suas tendas, os seus cavalos, e os seus jumentos, e o arraial como estava; e fugiram para salvar a sua vida.
Chegando, pois, aqueles leprosos à entrada do arraial, entraram numa tenda, e comeram, e beberam, e tomaram dali prata, e ouro, e vestes, e se foram, e os esconderam; voltaram, e entraram em outra tenda, e dali também tomaram alguma coisa, e a esconderam.
2 Reis 7:5-8

Gritou, pois, o povo, e os sacerdotes tocaram as trombetas. Tendo ouvido o povo o sonido da trombeta e levantado grande grito, ruíram as muralhas, e o povo subiu à cidade, cada qual em frente de si, e a tomaram.       Josué 6:20

3- DERRUBANDO AS MURALHAS DE PROBLEMAS E ERGUENDO AS MURALHAS DE PROTEÇÃO.

Assim, edificamos o muro, e todo o muro se fechou até a metade de sua altura; porque o povo tinha ânimo para trabalhar. Neemias 4:6.

Reine paz dentro de teus muros e prosperidade nos teus palácios. Salmos 122:7

Também contareis as casas de Jerusalém e delas derribareis, para fortalecer os muros. Isaías 22:10.

4- O SIGNIFICADO DAS MURALHAS ESPIRITUAIS.

As muralhas eram para proteger as cidades de maneira que protegia quem estava dentro e impedia quem estava do lado de fora. Essas construções eram a melhor forma para estarem seguros quem as usava para proteger. Considerando o que Jesus disse relacionando este tema;

Quando o espírito imundo sai do homem(Derrubou o muro), anda por lugares áridos, procurando repouso; e, não o achando, diz: Voltarei para minha casa, donde saí.( Casa sem muros)
E, tendo voltado, a encontra varrida e ornamentada.
Então, vai e leva consigo outros sete espíritos, piores do que ele, e, entrando, habitam ali; e o último estado daquele homem se torna pior do que o primeiro.
Lucas 11:24-26

Como entendemos isso;

O ser humano em seu estado natural está suscetível a influência de espíritos maus, por quê? Uma pessoa quando não está no padrão do evangelho de Jesus Cristo está desprotegido, digo mais;

Mas, se o nosso evangelho ainda está encoberto, é para os que se perdem que está encoberto,
nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.
2 Coríntios 4:3,4

Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Efésios 6:12

Vemos a seguir o poder a disposição de um cristão legítimo;

Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Mateus 16:18.

Estes sinais hão de acompanhar aqueles que creem: em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas;
pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados.
Marcos 16:17,18

porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. Marcos 11:23.

A MURALHA PRECISA CAIR? COLOQUE SUA FÉ EM AÇÃO E NÃO TEMA O TAMANHO DA MURALHA, POIS, DEUS É MAIOR.

CONSTRUA UMA MURALHA DE PROTEÇÃO ESTUDANDO A BÍBLIA E ORANDO SUA CASA ESPIRITUAL SERÁ EDIFICADA NA ROCHA QUE É JESUS CRISTO.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.